Legislação de visto para viajar

Antes de se perguntar se o local para o qual você deseja viajar exige algum visto, você deve estar ciente da origem do seu passaporte. Alguns acordos internacionais permitem o ir e vir entre diversos países sem a necessidade de visto, mas normalmente vão existir tempo máximo de permanência, quantidade mínima de dinheiro local e na maioria dos casos a apresentação da passagem de volta.

Cada caso é um caso, por isso é importante pesquisar e se informar, principalmente se o roteiro da sua viagem inclui mais de um país. Às vezes, mesmo estando em um mesmo continente a legislação pode mudar. Mas algo acaba sendo unânime: o documento oficial aceito é o passaporte, independente do país visitado.

Exemplos de legislação do visto de turista

Para os moradores da própria América do Sul, o único país que exige o visto é a Guiana Francesa, os demais países não e você pode viajar apenas com o documento de identidade, porém se você vem de outro continente você precisará do passaporte.

Para um brasileiro viajar pela América Central não é necessário visto, apenas o passaporte, mas os demais países devem estar atentos para a legislação de acordo do visto de turismo entre seu país de origem do passaporte e o país de destino.

A maioria dos turistas de diversos países conseguem viajar pela Europa sem a necessidade de um visto de turista, apenas com o passaporte, mas os países exigem a apresentação da data de retorno, o prazo máximo é normalmente de seis meses de permanência, isso com o visto de turista.

Esses casos de países europeus podem ser exemplificados através da Espanha e Portugal, que são os dois países usados com mais frequência, como porta de entrada para o restante da Europa, ou seja, acabam tendo um alto índice de turistas no país.